Steve “Hail Hydra” Rogers? Entenda o quadrinho por trás da polêmica
   Canal  Bang  │     31 de maio de 2016   │     16:24  │  0

Captura-de-Tela-2016-05-27-às-20.16.41

Se existiam suspeitas de que a Marvel calcula o lançamento de grandes revelações para ofuscar revelações da DC, essas suspeitas foram comprovadas na semana passada. A DC, tentada a finalmente alavancar suas vendas, lançou o one-shot do Rebirth, mas ela não contava com o contra-golpe da Marvel: um Steve Rogers agente da Hidra.

Bastaram poucas horas de lançamento de Captain America: Steve Rogers #1, revista que mostra a “traição” do Steve Rogers, para a internet explodir com essa suposta revelação. Como o símbolo americano de patriotismo e liberdade poderia ter se tornado em um membro da organização mais criminosa da Terra?

Óbvio que a internet não se fez essa pergunta, muitos nem se deram o trabalho de comprar a HQ para ler. Os sites de cultura pop e sua necessidade incessante de revelar “bombas” logo estamparam notícias relacionadas ao acontecimento. Mais algumas horas depois, o roteirista Nick Spencer, que também escreve Captain America: Sam Wilson, estava sendo atacado e até ameaçado de morte em seu perfil no Twitter.

Afinal, por que esse desespero? O Steve Rogers realmente se tornou um agente oficial da Hidra?

Captura-de-Tela-2016-05-27-às-21.30.28

Para entendermos o contexto em que Steve Rogers está inserido no universo dos quadrinhos, precisamos voltar um bom tempo na cronologia de suas histórias. Em 2014, Steve passou por uma mudança brutal. Na edição #21 da sua revista principal até então, o Iron Nail conseguiu remover o soro de super-soldado do corpo do Capitão fazendo com que ele envelhecesse para sua idade natural.

Desde então, Steve vinha atuando na SHIELD como um general de velha guarda ajudando equipes como os Uncanny Avengers e heróis como Sam Wilson, o antigo Falcão, que assumiu a partir daquele momento o manto e o escudo de Capitão América. Assim como hoje, na época também houve resistência pelo fato de que o Capitão América era negro.

Porém a dança das cadeiras da Marvel fez com que Steve voltasse a sua forma física de sempre, retomando sua agilidade, músculos e seu atraente rostinho bonito. No crossover Avengers Standoff!, que aconteceu entre março e abril desse ano e envolveu diversas revistas incluindo a do Capitão, é revelado pelo hacker Whisperer que a SHIELD tem um programa para utilizar cubos cósmicos para remanejar a realidade quando achar necessário.

Para manter a confiança da população, a Maria Hill desativa o programa mas por baixo dos panos continua a estudar os cubos cósmicos. O problema é que durante um experimento, os fragmentos de cubos se unem formando um único ser que ganha consciência e assume a forma humana de uma criança, chamada Kobik.

Graças a Kobik que Steve Rogers consegue retomar sua forma física anterior, durante uma missão em Pleasant Hill, e aí pode estar a chave para solucionar o mistério do Steve “Hail Hydra” Rogers.

Visão que Steve tem de Kobik antes de sua transformação em Captain America: Sam Wilson #7

Visão que Steve tem de Kobik antes de sua transformação em Captain America: Sam Wilson #7

A internet não pensou duas vezes em execrar a Marvel e o roteirista das mensais dos Capitães América, mas esqueceu de olhar para os últimos meses de publicações da editora. Kobik, como um poder consciente capaz de brincar com a realidade, pode ter mexido seus pauzinhos para alterar o passado de Steve ou fazer com que ele acreditasse que seu passado teria sido diferente.

Personagens como a Kobik abrem um leque de opções que dão muito espaço para um roteirista trabalhar com suas ideias e é isso que estamos vendo. Esse fato também reforça que a Marvel dos quadrinhos é completamente independente da Marvel dos cinemas, um ponto extremamente positivo do ponto de vista criativo.

Não devemos ainda taxar essa proposta do Nick Spencer de retcon, muito menos assumirmos de cara que se trata de uma realidade paralela até porque o próprio Nick já confirmou que é o mesmo Steve Rogers que conhecemos, o que devemos fazer é reconhecer que nada está explicado. Essa foi apenas a primeira edição de um grande arco.

"No momento certo, só é necessária uma pessoa para mudar o mundo para sempre". Steve ou Kobik?

“No momento certo, só é necessária uma pessoa para mudar o mundo para sempre”. Steve ou Kobik?

A edição #2 de Captain America: Steve Rogers sai em 29 de junho e deve esclarecer melhor o status quo atual de Steve juntando algumas peças soltas. Menos rage e mais leitura, moçada.

Por: Equipe Bang / Gustavo Gobbi

Tags:, , ,

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *