Monthly Archives: junho 2016

O elenco de Thor: Ragnarok está insano!
   Canal  Bang  │     6 de junho de 2016   │     1:47  │  0

1452664930_chris-hemsworth-thor

Depois dos sucessos Thor e Thor: O Mundo Sombrio, teremos no ano que vem Thor: Ragnarok, mais um filme do filho de Odin nos cinemas, encerrando a sua trilogia dentro do Universo Cinematográfico Marvel. Como o filme só estreia em 2017, o longa ainda está em fase de pré-produção porém grandes nomes para o elenco já foram anunciados. Confira:

Chris Hemsworth como Thor

Thor_Ragnarok_95857

Thor será novamente e acertadamente personificado pelo ator Chris Hemsworth, que já fez o herói nos filmes anteriores do Deus do Trovão e em diversos filmes do Universo Cinematográfico Marvel, como Vingadores e Vingadores: A Era de Ultron.

Mark Ruffalo como Hulk

Marvel's Avengers: Age Of Ultron..Hulk/Bruce Banner (Mark Ruffalo)..Ph: Film Frame..?Marvel 2015

Sim, o Gigante Esmeralda está finalmente confirmado em Thor: Ragnarok. Depois de muitos rumores da participação de Mark Ruffalo, um momento ou outro a verdade viria a tona. Agora fica o questionamento: Além do arco principal do Ragnarok, será que veremos algo relacionado a Hulk Contra o Mundo, um dos mais famosos arcos do personagem nos quadrinhos?

Cate Blanchett como Hela

hela-vilã-filme-thor-ragnarok-arte-conceitual

A renomada Cate Blanchett, vencedora de dois Oscars de Melhor Atriz e Melhor Atriz Coadjuvante, também vai embarcar na onda nos filmes de super-heróis. A atriz fará nesse filme o papel de Hela, filha de Loki e nomeada por Odin como Deusa da Morte nos quadrinhos.

Tom Hiddleston como Loki

Loki-Tom-Hiddleston-Gagged-in-Avengers

Falando no filho bastardo de Odin, ele também estará de volta em Thor: Ragnarok. Como vimos no filme anterior, todos acham que Loki está morto, porém no final revela-se que na verdade ele está disfarçado no corpo do pai. Até que ponto o vilão vai aprontar em nome de Odin para que os asgardianos comecem a suspeitar de sua conduta?

Anthony Hopkins como Odin

Thor_3_107287

Afinal, o Loki precisa ser igual ao pai para conseguir fazer suas traquinagens em seu lugar, não é mesmo?

Idris Elba como Heimdall

Thor_The_Dark_World_68054

Ele já foi cotado para ser o novo 007, já foi cotado para ser o protagonista de A Torre Negra, mas por enquanto o aclamado Idris Elba fará o papel do asgardiano Heimdall mais uma vez, em 2017.

Jeff Goldblum como Grandmaster

thumb_OpROQxNjQNQNU7ITTG4wUpJRoIzo7CihoeBvX6YTWS,xt40uiQaNadgNv-aVGFTWVnhXXKX1hY-v6Ttn5a6MiAgTGk0Ermz9P,PH6jp_

Mais um ator renomadíssimo entrando na onda dos filmes de heróis, Jeff Goldblum começou a atuar em 1974 e desde então fez excelentes filmes como Jurassic Park, A Mosca, Como Cães e Gatos e O Grande Hotel Budapeste. Seu personagem Grandmaster foi, nos quadrinhos, detentor da Joia da Mente, uma das Joias do Infinito, e acabou a perdendo para o Thanos.

Tessa Thompson como Valkyrie

tessa_l4m1zj

Depois de brilhar ao lado de Michael B. Jordan em Creed, filme que dá sequência à franquia Rocky, Tessa Thompson vai encorporar nas telonas a asgardiana Valkyrie, personagem originalmente branca criada em 1970 que foi selecionada por Odin para liderar um exército de deusas chamado Valkyrior.

Karl Urban como Skurge

kar_urban

Por último porém não menos importante, temos Karl Urban, ator que ficou bastante conhecido pelo papel de Dr. McCoy nos novos filmes de Star Trek e que vai estar na Comic Con Experience 2016 em São Paulo. Karl fará o Skurge, antagonista de longa data do Thor nas HQs e membro da formação original dos Mestres do Terror, grupo de super-vilões liderado pelo Barão Zemo.

Gostou desse poderoso elenco? Deixe seu comentário abaixo!

Por: Equipe Bang / Gustavo Gobbi

Tags:, , ,

>Link  

O dia em que Muhammad Ali enfrentou o Superman
   Canal  Bang  │     4 de junho de 2016   │     3:03  │  0

3kNivKQ

Faleceu na noite dessa sexta-feira (3) um dos maiores lutadores da história do boxe mundial, Muhammad Ali. Detentor de uma medalha de ouro olímpica nos jogos de Roma e um recorde de 56 vitórias em 61 lutas, Muhammad rapidamente se tornou um ícone tanto dentro quanto fora dos ringues, tornando sua imagem uma das mais valiosas em território americano nos anos 60.

Vemos atualmente aqui no Brasil figuras como Ronaldinho virando personagem de quadrinhos, porém a ideia de levar celebridades do esporte para outras mídias na verdade já é de longa data. Aproveitando o sucesso de Ali, a DC decidiu incorporá-lo ao seu universo no ano de 1978 em um arco fechado de 72 páginas chamado Superman vs. Muhammad Ali.

Na época, a revista do Superman já havia recebido convidados ilustres como o ex-presidente John F. Kennedy, o cantor Pat Boone, o ator Jerry Lewis e muitos outros. Muhammad foi a primeira celebridade a não só estrelar na revista do Homem de Aço mas também ter um papel tão importante quanto o do herói.

SvA_full

A contracapa do gibi mostra a plateia, que contava com famosos como os Beatles, os Jackson 5, Woody Allen, Batman e muito mais.

Em Superman vs. Huhammad Ali, arco que fez parte da edição #C-56 do gibi All-New Collectors’ Edition, uma espécie alienígena chamada Scrubb invade a Terra e seu líder Rat’Lar exige que para a raça humana manter seu planeta intacto, a Terra deve escolher seu melhor lutador e fazer com que ele vença o melhor lutador dos Scrubb. Porém, dois habitantes acabam se voluntariando: Muhammad Ali e o Superman.

Para decidir o defensor do planeta na luta contra os aliens, Superman e Ali se enfrentariam em uma luta mano-a-mano aqui mesmo na Terra, porém como Clark possuía poderes alienígenas, Rat’Lar exigiu que a luta acontecesse no seu planeta natal Bodace, que girava em órbita de um sol vermelho que inibiria temporariamente os poderes do Superman.

A grande luta entre Ali e Superman foi transmitida para toda a galáxia com ninguém mais, ninguém menos que Jimmy Olsen como âncora que, após alguns rounds, anunciou o nocaute técnico de Superman, dando a vitória para o boxeador Muhammad Ali. A partir daí, Ali foi declarado o representante da Terra e enfrentou o alien Hun’Ya no duelo final para decidir o futuro do planeta.

O roteiro original de Dennis O’Neal foi adaptado para os quadrinhos por Neil Adams com as artes do mesmo e coloração de Cory Adams, Dick Giordano e Terry Austin. A revista foi recolorida em uma edição especial lançada pela DC em 2010 em dois volumes de capa dura.

us-alt-neu-vergleich-2-small

Superman sendo levado por médicos após a luta contra Ali. Desenho original (esquerda) e recolorido (direita).

O homem que não tem imaginação, não tem asas” – Muhammad Ali (1942-2016). Descanse em paz, The Greatest.

Por: Equipe Bang / Gustavo Gobbi

Tags:, , , ,

>Link  

Os Dias Finais do Superman | Crítica
   Canal  Bang  │     3 de junho de 2016   │     15:35  │  0

Captura de Tela 2016-06-03 às 02.29.36

O fim dos Novos 52, fase editorial da DC Comics iniciada após o reboot de 2011, também é o fim do Superman. A editora, que já não estava mais atingindo o número de vendas da concorrente Marvel, decidiu finalmente dar fim a essa fase controversa e chega hoje em mais um grande momento divisor de águas, o início do Rebirth, em que novamente todas as revistas serão renumeradas e que elementos do passado serão trazidos de volta para seu universo atual.

A grande prova disso está no personagem mais icônico da editora, o Superman. Depois de sofrer  por conta da câmara de kryptonita na A.R.G.U.S em sua revista principal, dos poços de fogo em Apokolips na revista principal da Liga da Justiça e da batalha contra o Rao em Liga da Justiça da América, Superman está ficando cada vez mais fraco e sabe disso.

Em sua última missão, contada no crossover de oito partes The Final Days of Superman (2016), Clark Kent investiga ao lado de Batman e Mulher Maravilha o paradeiro de Denny Swan, um caipira do Minnesota que, após ser atingido por um raio sobrenatural, fica com o corpo coberto em chamas e diz ser o Superman de verdade, acusando Clark de ser um mero impostor.

Captura de Tela 2016-06-03 às 03.42.52

Automaticamente, no momento em que a DC anunciou o nome desse crossover as comparações com A Morte do Superman (1993) eram mais que esperadas, porém apesar de mostrar uma nova despedida do Homem de Aço, aqui Clark já sabe qual será seu destino próximo, ele vem se preparando e preparando seus amigos para acolherem o inevitável. Dessa forma, é mostrada uma visão completamente diferente do Superman dos anos 90 que morreu em uma batalha inesperada contra o Apocalipse.

Outro fator que ajuda a caracterizar essa história como pertencente ao arco do Superman dos Novos 52 é o romance de Clark com Diana. Desde o início da fase isso já vinha sendo explorado e nesse crossover foi mostrado da melhor forma possível, sem descartar suas motivações e sem fugir do escopo principal do roteiro. Diana guarda em si a esperança que já desapareceu dos pensamentos do Superman e sua participação dá ainda mais peso ao evento.

O roteiro de Peter J. Tomasi se mostra acima da média por dois motivos: consegue ser objetivo mesmo precisando explicar a presença do Superman pré-Flashpoint e sua família nesse universo e introduzir novamente a Supergirl, e dialoga de forma bem estratégica com cada revista que faz parte do crossover, combinando o foco da narrativa com os elementos necessários de cada revista.

As artes são provenientes de diferentes artistas, entre eles Mikel Janin (Partes 1 e 8), Doug Mahnke (Partes 2 e 5), Paul Pelletier (Parte 3), Ed Benes (Parte 4), Dale Eaglesham (Parte 6) e Jorge Jiménez (Parte 7). Apesar da diversidade de desenhistas em um único arco, a arte é uniforme, respeita elementos indispensáveis dos personagens e não têm medo em abusar de uma paleta de cores quentes durante as cenas de combate. Entenda a cronologia:

finais

Por mais trágica que seja a morte do Superman, o arco deixa aberto o caminho para que o Superman pré-Flashpoint assuma o manto do S vermelho daqui para frente. É um mote que  começou a ser trabalhado em Superman: Rebirth #1 e deve ser concretizado no início da nova revista do Superman, que ganhará sua primeira edição já no próximo dia 15.

No final das contas, os últimos dias de verdade do Superman serão sem dúvidas os últimos dias da DC. Os Dias Finais do Superman ganha nota 8.0 no padrão Bang.

Por: Equipe Bang / Gustavo Gobbi

Tags:, , , ,

>Link  

Batman: A Piada Mortal | Produtor revela novos detalhes da animação
   Canal  Bang  │     2 de junho de 2016   │     17:47  │  4

killing-joke5

Depois de adaptar grandes arcos dos quadrinhos como Ponto de Ignição, Batman: Ano Um e O Cavaleiro das Trevas, a Warner continua a expansão do universo animado da DC Comics agora com uma adaptação de um das HQs mais queridas e ao mesmo tempo mais polêmicas da editora: Batman: A Piada Mortal, dos quadrinistas Alan Moore e Brian Bolland.

Em entrevista à Empire Magazine, Bruce Timm, produtor e co-diretor do longa animado, e Mark Hamill, dublador do Coringa e mais conhecido como seu papel como Luke Skywalker em Star Wars, relataram suas experiências durante a produção do filme e revelaram alguns detalhes que vão agradar muitos fãs do Homem-Morcego.

“A melhor coisa em relação a Batman: A Piada Mortal é que ela provavelmente foi a história mais sombria que já foi contada sobre esses dois personagens [Batman e Coringa] até então”, disse Timm. “A ideia de adaptar essa história sempre meio que me assustava por conta do quão cruel e triste ela é. E o que acontece com a Barbara Gordon na história é muito controverso para os dias atuais”.

Já Mark Hamill se considera um purista em relação aos quadrinhos. “Quando eles inicialmente falaram sobre a animação, eu disse que a única maneira que nós podíamos fazer isso seria honrando cada vírgula, cada palavra, cada letra, cada sílaba do roteiro de Alan Moore”, revelou Hamill. “Se adaptássemos A Piada Mortal assim, o longa teria apenas cinquenta e cinco minutos. Eles na verdade fizeram um trabalho incrível adicionando materiais da Barbara Gordon”.

A entrevista completa, incluindo Kevin Conroy, dublador do Batman, pode ser lida na íntegra em inglês no site da Empire Magazine.

killing-joke4

Batman: A Piada Mortal será lançado em 23 de julho.

Por: Equipe Bang / Gustavo Gobbi

Tags:, , , ,

>Link  

Batman v Superman | Versão estendida ganha seu primeiro trailer
   Canal  Bang  │       │     13:48  │  0

Batman-v-Superman-Armored-Suit-Bat-Signal

Depois de arrecadar quase 1 bilhão de dólares em bilheteria nos cinemas, o filme Batman v Superman, já considerado longo por alguns, vai ganhar uma versão ainda maior com 3 horas de duração que vai sair juntamente ao Blu-Ray do filme.

As cenas extras de Batman v Superman Ultimate Edition, título oficial dessa versão estendida, prometem preencher alguns possíveis furos de roteiro na trama e dar mais profundidade a personagens que foram deixados um pouco de lado. Confira o primeiro trailer oficial:

Batman v Superman Ultimate Edition tem data de lançamento marcada para 28 de junho em Digital HD e 19 de julho com o Blu-Ray.

Por: Equipe Bang / Gustavo Gobbi

Tags:, , ,

>Link