Crítica | Logan
   Canal  Bang  │     2 de março de 2017   │     22:32  │  0

Nosso querido Wolverine, como conhecemos hoje em dia, despede-se (será?) das telonas deixando não apenas um filme, mas sim um presente para todos os fãs desse admirável personagem.

Não vamos fazer aqui um comparativo, até porque o que presenciamos não foi um filme de super-heróis como outros, mas sim, um drama carregado de cenas violentas e que ainda assim, traz momentos de emoção.

Antes de qualquer coisa é bom salientar que, apesar de muitos acharem que o longa seria baseado na HQ do Velho Logan, isso não ocorre aqui, apenas a ideia de um futuro com os mutantes exterminados por algum motivo é o que se leva em conta.

Hugh Jackman, após 17 anos do primeiro filme, está visivelmente acabado. O ator foi caracterizado para mostrar as marcas deixadas pelo tempo. Apesar do fator de cura, os anos passados, estão acabando com Logan. O filme se passa em 2029 e na atual situação o que ele mais deseja é por um fim em sua própria vida.

Logan

Sua relação com Xavier (Patrick Stewart) é quase de pai para filho. O professor da antiga Escola Charles Xavier para Jovens Superdotados, hoje um senhor de 90 anos, já não é mais o mesmo, dependendo dos cuidados de Logan para se manter vivo.

O Adamantium está começando a prejudicar o seu corpo, com o fator de cura reduzido, o que vemos é uma doença degenerativa. Até então esse não era o maior dos problemas, e sim quando alguém o procura e acaba de forma contraditória introduzindo Logan em uma missão que, sem sombra de dúvidas, seria a mais difícil da sua vida.

Ele fica incumbido de salvar e proteger uma garotinha, Laura, que nada mais é que a X-23, um clone de Wolverine, esses clones são criados geneticamente através do DNA dos mutantes. A X-23, assim como outros projetos, ainda crianças, faziam parte de um experimento para criação de novos soldados, porém o projeto foi cancelado e elas conseguem fugir.

No decorrer da trama vemos uma relação de avô, pai e filha. Stewart que, diga-se de passagem, deu um show de atuação, cuida para que Logan compreenda a importância de fazer com que Laura tenha um mentor, alguém com quem contar, assim como ele mesmo fez no passado, não o desprezando, apesar de tamanha rebeldia do então jovem mutante.

5493735-16

O vilão mercenário, Donald Pierce (Boyd Holbrook) que buscava resgatar a garotinha não parecia ser tão páreo assim, por vários momentos sua equipe foi destroçada pela dupla Logan e Laura. Achando que todo desenrolar ficaria nessa batalha por vários rounds, eis que aparece o inimigo surpresa, o X-24, um clone idêntico ao Wolverine, que também foi interpretado por Hugh Jackman, sendo um ponto de partida para o fechamento da trama.

Apesar de ainda não estar no fim do filme ainda, a morte do clone foi logo prevista, tirando a surpresa, talvez esse tenha sido o único detalhe que acabou de certa forma tirando o momento do grand finale e apenas deixando a expectativa de quando o ato seria consumado.

logan-trailer-4-760x339

Sem uma trilha marcante e com mais de duas horas de duração com muito sangue e pedaços de pessoas voando é quase inacreditável que no final toda a tensão consegue se transformar em tristeza e ao mesmo tempo, nos dar aquele sentimento de esperança e expectativa para o que pode vir por aí.

Nota Bang de Qualidade: 9,0

Siga nossas redes sociais e se inscreva em nosso Canal no Youtube!

Twitter: @programabang
Instagram: @programabang
http://www.facebook.com/ProgramaBang

Por Rafael Bezerra / Equipe Bang

Tags:, , , , , , , , , ,

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *