Homem-Formiga e a Vespa | Crítica
   Canal  Bang  │     5 de julho de 2018   │     13:03  │  0

A estréia do 20º filme do MCU traz de volta a trajetória do Homem-Formiga de Scott lang (Paul Rudd), desta vez ao lado da incrível Vespa de Hope Van Dyne (Evangeline Lilly), como indicado na cena pós-créditos do primeiro longa do herói. O filme não é grandioso como Vingadores: Guerra Infinita – e nunca teve essa pretensão.  É uma comédia leve e descompromissada, um divertimento perfeitamente dentro do espírito da franquia e com ótimas sequências de ação.

Outra vez coautor do roteiro, agora em parceria com Chris McKennaErik SommersAndrew Barrer e Gabriel Ferrari, Rudd traz ingenuidade e charme ao papel principal. A graça, entretanto, não é exclusiva do protagonista. A exemplo do ocorrido no longa anterior, o amigo de Scott, Luis (Michael Penã), rouba a maioria das cenas em que aparece. O elenco de apoio ainda tem o acréscimo do hilário agente Woo (Randall Park). O enredo não possui enrolação e se desenvolve de forma objetiva, com a vantagem de partir do contexto do universo quântico introduzido ao final de Homem-Formiga, além da parceria com o Capitão América que levou Scott a ficar 2 anos em prisão domiciliar. Diante desses eventos anteriores, o foco principal é o uso da exagerada miniaturização do prédio secreto onde Hank (Michael Douglas) e Hope trabalham freneticamente, transformando essa brincadeira completamente impossível em mais do que apenas um artifício.

Nem tudo é piada. O longa também introduz alguns elementos dramáticos quando expande um pouco a história e relação entre o Dr. Pym e a filha. Os vilões, apesar de pouco desenvolvidos, apresentam lógicas diferentes: o mafioso Burch (Walton Goggins) busca apenas lucro, entretanto a Fantasma (Hannah John-Kamen) tem justificativas particulares e desesperadoras para suas ações. Em meio a este simples antagonismo, temos Hank e Hope numa luta árdua para resgatar Janet Van Dyne (Michelle Pfeiffer), ainda presa no reino quântico.

Não é aconselhável criar expectativas em obter respostas sobre algo relacionado ao incrível final de Vingadores: Guerra Infinita, entretanto Homem-Formiga e a Vespa consegue se estabelecer como um gostoso e divertido blockbuster para ser assistido com toda a família. Agarrando-se na dupla titular e em um dos criadores da tecnologia quântica, o filme é um capítulo singelo na grandiosa evolução do MCU.

Nota Bang de qualidade: 8,5

Siga nossas redes sociais e inscreva-se em nosso Canal no Youtube!

Twitter: @programabang
Instagram: @programabang
http://www.facebook.com/ProgramaBang

Por Moezio Vasconcellos / Equipe Bang

Tags:, , , , , , , , , , , , , , ,

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *