Missão: Impossível – Efeito Fallout | Crítica
   Canal  Bang  │     28 de julho de 2018   │     12:21  │  0

A franquia menos sutil que você conhece está de volta e retornou para resgatar o que Ethan Hunt (Tom Cruise) consegue fazer de melhor. Existem franquias cinematográficas que possuem um conjunto de fatores que moldam a sua identidade. As mais duradouras conseguem se renovar a cada novo enredo sem perder a sua essência. O primeiro longa, Missão: Impossível, lançado em 1996 e dirigido por Brian De Palma, já tinha boa parte da atmosfera que definiria os filmes seguintes.

O capítulo mais caro até o momento, tornou-se também o mais complexo em relação à trama. O filme, que é uma continuação direta de Missão: Impossível – Nação Secreta, mostra Ethan Hunt tentando evitar uma ameaça nuclear e impedindo a fuga do terrorista Solomon Lane (Sean Harris) – vilão aclamado do filme anterior – da prisão. Vale o destaque para o agente da CIA August Walker (Henry Cavill) e o seu polêmico bigode. A presença do personagem forneceu um peso a mais aos eventos do enredo. Com tantas surpresas e diversos personagens, quem está assistindo, por vezes, pode precisar de um tempo para entender o que realmente está se passando na trama.

Apesar do retorno dos coadjuvantes, como as participações importantes de Ving Rhames e Simon Pegg, o ponto central não está presente na história funcional, mas sim na empolgante narrativa que motiva os acontecimentos que permitem M:I – Efeito Fallout ser uma grande conquista para o gênero. Diante de tudo isso, é conveniente classificar o longa como um dos filmes de ação mais incríveis dos últimos anos. Com o controle do roteiro, Christopher McQuarrie inventa e reinventa as artimanhas relacionadas às icônicas reviravoltas, preenchendo o filme com inúmeras delas, mas nunca de forma forçada. A compreensão da franquia possuída pelo diretor é tamanha que os momentos carregados com dramas aparecem apenas para mostrar que, na realidade, não é o que se pretende. Cada tensão é um impulso, que vai aumentando exponencialmente o interesse e o envolvimento com o filme.

Por outro lado, se fez presente um certo protagonismo através de Cruise, um ator de grande renome e que está em ótima forma. Este fator deu margem para que Ethan Hunt conduzisse a ação e não o contrário. Diversas vezes, o filme motiva uma reflexão sobre até que ponto as decisões dos personagens são realmente pensadas ou improvisadas – sendo resultados de pura sorte.

Não importa como você irá. Saltando de um helicóptero para um trem bala ou do lado de fora de um avião, a sua missão, caso aceite-a, é ir ao cinema mais próximo e assistir Missão: Impossível – Efeito Fallout. Realmente contém o impossível!

Nota Bang de qualidade: 9,0

Siga nossas redes sociais e inscreva-se em nosso Canal no Youtube!

Twitter: @programabang
Instagram: @programabang
http://www.facebook.com/ProgramaBang

Por Moezio Vasconcellos / Equipe Bang

 

 

Tags:, , , , , , , ,

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *